3 negros em cada 4 mortos pelas polícias

As polícias brasileiras matam 3 negros em cada 4 mortos, segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2019, produzido pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP). O número levantado no Anuário pode ser ainda maior, já que a Bahia, o estado mais negro do país, não enviou os dados para análise.

No que tange à seletividade racial, o padrão de distribuição da letalidade policial aponta para a expressiva sobrerrepresentação de negros dentre as vítimas. Constituintes de cerca de 55% da população brasileira, os negros são 75,4% dos mortos pela polícia. Impossível negar o viés racial da violência no Brasil, a face mais evidente do racismo em nosso país.

Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2019

Bahia não envia dados

Na Bahia, 81,4% da população se autodeclarada negra, sendo 60% pardos e 21,4% pretos. Em outubro, o Monitor da Violência revelou que a Bahia foi o 3º estado do país com a maior quantidade de pessoas mortas pela polícia e o 4º com maior número de policiais assassinados, no primeiro semestre deste ano.

O cientista social e pesquisador do Fórum, Dennis Pacheco analisa que é ainda mais grave o fato de ser justamente o estado com maior população negra, aquele com menor capacidade de contagem da raça e cor das vítimas em seus sistemas de dados. “Isso impede o Estado de incidir com programas eficazes sobre os territórios e populações onde o problema é mais grave”, defende.

* Com base nas informações do site Alma Preta. Leia a matéria completa clicando aqui.

Um comentário em “3 negros em cada 4 mortos pelas polícias

Gostou? Comente sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: