Em defesa da aposentadoria no Ceará

Em defesa da aposentadoria no Ceará. Numa manhã de sábado, 9 de março, 40 companheiros e companheiras compareceram à Palestra-debate “Tirem as Mãos da nossa Previdência”, com os companheiros José Pimentel, ex-senador petista e Roberto Luque, da Executiva Estadual da CUT-CE. O evento foi uma iniciativa do Grupo de Base Sindical do DAP Ceará, e ocorreu na sede do Sindicato dos Servidores Públicos Federais (SINTSEF-CE), em Fortaleza/CE.

Os dois companheiros explicaram em detalhe o texto do Projeto de Emenda Constitucional (PEC) 06/2019. Pimentel insistiu no fato de que a emenda constitucional desconstitucionaliza direitos e deixa ao relento um público de até 40 milhões de pessoas, até agora, amparados pelo sistema de seguridade, bem como chama atenção para o corte da aposentadoria de trabalhadores como as quebradeiras de coco, os pescadores artesanais, os trabalhadores extrativistas e mesmo dos portadores de necessidades especiais. Em sua resposta ao plenário, Pimentel criticou a posição de Camilo Santana de autorizar seu Secretário de Planejamento a discutir a contrarreforma com o Governo Bolsonaro.

vista da mesa no debate sobre previdência no SINTSEF-CE
vista da mesa no debate sobre previdência no SINTSEF-CE

Roberto Luque se concentrou na exposição de como a contrarreforma atinge os assalariados, levando, se aprovada à destruição pura e simples das aposentadorias. Diante disso, Roberto explicou que, ao contrário do que dizem governadores e alguns deputados do PT, não faz sentido entrar na negociação com base numa suposta “reforma do PT” (da campanha Haddad), mas realizar a unidade para derrotar a contrarreforma de Bolsonaro. Neste sentido, destacou o dia 22 de março, na via da preparação de uma reedição “com mais força” da greve geral de abril de 2017.

Seguiu-se um acalorado debate quando várias dúvidas dos militantes presentes foram tiradas. A principal conclusão foi reforçar as atividades da jornada do 22 de Março.

Gostou? Comente sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: