Encontro Estadual reforça a luta em Goiás

Com 24 participantes das cidades de Novo Gama, Catalão, Caldas Novas e Goiânia, além de militantes da UNE e do MST, realizamos o encontro estadual de Goiás no último sábado (27). O encontro foi realizado com a seguinte pauta: análise de conjuntura, organizar a luta contra a reforma da previdência e por Lula livre, além de questões de organização: núcleos, PED, finanças e coordenações.

A discussão

Hélio, da UNE, e Humberto, das coordenações municipal de Goiânia e Estadual abriram as discussões com análises da conjuntura nacional e internacional.
Ao abrir para as falas do plenário, foi bastante reforçada a importância das próximas paralisações: 15/05 Dia Nacional de Greve da Educação e 14/06 Greve geral contra a reforma da previdência.

A situação caótica de Goiás

A situação caótica de Goiás com o governo de Ronaldo Caiado também foi debatida. Principalmente o desmonte da Educação pública com boa parte de servidores/as estaduais sem receber Dezembro foi trazida à discussão.

Novas filiações e nova coordenação

No período da tarde fizemos uma estimativa das possíveis filiações de cada município. Será feito um esforço nesse sentido e também na continuidade das coletas de assinaturas contra a reforma, colando com a campanha Lula Livre.
Elegemos a coordenação estadual e aumentamos a de Goiânia, com mandatos para trabalhar nas eleições internas do PT (o PED).
A coordenação estadual se reunirá após 08 de junho, encerramento das filiações.

Gostou? Comente sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: