Prefeito corta salários e professores reagem

Professores da rede municipal de Feira de Santana/BA (116 km de Salvador) ocuparam a procuradoria do município, na última quarta-feira, dia 02 de setembro, cobrando resposta do prefeito com relação aos cortes nos Salários. O prefeito Colbert Martins (MDB) vem aplicando a mesma política de Bolsonaro no município: de destruição da educação pública e ataque aos servidores.

Em plena pandemia do coronavirus, o prefeito mandou cortar em até 70% os salários dos professores. Além disso, desde março não distribui a merenda escolar para os alunos da rede. O governo tentou jogar a responsabilidade em cima dos professores, com uma proposta que condicionou a devolução dos salários ao ensino remoto, como se fossem os professores e não o município os responsáveis por não ter criado até agora as condições para que pudesse ser realizado um processo de ensino remoto complementar com os alunos.

A categoria rechaçou a proposta do governo e se mobilizou em torno da reinvindicação da devolução dos salários cortados e imediata suspenção dos cortes, organizando atos desde o dia 24 de agosto, em frente à prefeitura e a secretaria de educação e com a ocupação da procuradoria do município. Além disso, nesses atos, exigiu do governo a distribuição imediata da merenda escolar, a criação de condições para implementação de ensino remoto complementar e defendeu que o retorno as aulas presenciais só poderão ocorrer com condições se segurança, como testes para todos os professores e alunos e diminuição da curva de contágio. O grupo de base do DAP Educação de Feira de Santana esteve presente nos atos, ajudando e intervindo na construção da luta contra as medidas de Colbert e pelo fim do governo Bolsonaro.

Negociação
Na última quinta-feira, na negociação conquistada pelo ato, a prefeitura se comprometeu a apresentar um cronograma de devolução dos salários cortados dos últimos 04 meses.

Gostou? Comente sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: